with Nenhum comentário

By Miguel Nabuco
Hoje dei uma passada rápida no Renato, junto com meu amigo Jorge, também membro do HT Forum, e pudemos escutar em primeira mão a Baubo. Apesar de os mids utilizados ainda serem protótipos e não haver um preço de venda estabelecido, pegando por base os outros mids NAR, posso garantir que em breve essas caixa vai ser replicada por muita gente.
É uma solução de custo muito acessível que deixará o sistema de muita gente num nível muito alto.
A primeira coisa que me chamou atenção foi o palco sonoro: GIGANTE. É impressionante como uma caixa com apenas 1 mid de 6″ consegue formar um palco tão legal.
Logo depois, o que mais chama atenção é a extensão dos graves. A caixa desce muito, e com qualidade. Realmente, as LTs proporcionam uma extensão de graves impressionante. A faixa de médios e agudos está tocando muito bem, e tem tudo para melhorar ainda mais quando o Renato desenvolver um crossover passivo dedicado, feito a partir de medições em software.
O crossover que está na caixa foi feito meio que às pressas para o evento, mas mesmo assim está tocando uma barbaridade.
Amigos, se preparem, pois a caixa vai ser sucesso!

By Guto Pereira NMHO, o ponto forte foi a Baubo! Que caixinha maravilhosa!!! Garanto que será mais um projeto de sucesso e executado por muitos

By Miro Teixeira
Gostei muito das Baubo do Renato que tocaram soberbamente com o DX do Mergulhão Tô imaginando quando aquelas caixas estiverem amaciadas, o que vão tocar

By Robson “Batuta” Já te falei antes mas não custa repetir pois serve de testemunho pra quem ainda não pôde ouvir: as Baubo são espetaculares! Tudo no lugar certo, muita definição e graves inacreditáveis pra uma torrezinha. E você ainda me diz que estão tocando só 50%?!?

By Rodrigo Rocha
Achei as Baubo muito musicais e com um palco monstro!
E olha que as danadas não estão totalmente prontas e amaciadas!

By CantunesEstava conversando com o Nabuco quando colocaram o som pra tocar.
O som nos chamou a atenção. Eram as Baubo que estavam tocando.
Fiquei impressionado como elas tocavam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *